quinta-feira, 2 de junho de 2016

Finalmente, começo a sentir-me livre

Sinto a libertar-me das amarras de um amor amargo, não correspondido.
A sensação é boa.
Começo por sentir um alívio.
A ver um mar de possibilidades, graças a Deus.
Já era mais que tempo.


Sem comentários:

Enviar um comentário