segunda-feira, 13 de julho de 2015

Carta ao meu amor









Meu amor, neste momento das nossas vidas era escusado fechar portas.
Estamos muito afastados. Descansa. Não te quero mal.
Observo-te de longe. Até ao dia que me canse ou arranje algo que me leve a não ter mais tempo livre.
Mas não te preocupes com a minha presença em lado nenhum. 
Se a tua felicidade depende-se de mim ..., meu amor ...
È o pai que decide.

Eu não acredito em acasos e, isso toda gente sabe.
Não é por acaso que estamos bem. :)

Vida longa para todos nós.



Sem comentários:

Enviar um comentário