domingo, 14 de junho de 2015

O dia D















E então...

Chegado o momento de te deixar em paz e eu de sentir paz,
em relação a ti.
Ainda ninguém ocupou o lugar.
Acho-me capaz de não voltar a incomodar-te, sim.
Que bom, para ti e para mim.

Flor

Sem comentários:

Enviar um comentário