domingo, 17 de junho de 2012

Triste


Estou no meio de nada sentir
Tão pouco espero 
Do pro vir
De tanta dor
Sinto
Dormência 
Não faço parte deste mundo
Nem sei de que mundo
Faço parte
Tenho medo de não existir
De tanta dor
Já não sei destingir 
Queria escrever até me compreender
Estou triste
De 
Medo
Estou triste de palavras
De sentimentos
Estou triste

Flor Ferrão

Sem comentários:

Enviar um comentário