quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Passagem





Cansada, sofrida, magoada. 

Vejo um sol enorme e um 
Mundo colossal. 

Magoada, cansada e sofrida 

Vejo um caminho infinito 
A luz nem sempre abunda. 

Sofrida, magoada, cansada 

Sempre com os pés na 
caminhada pouco descansada. 

Vivida, verde. madura. 
Sonho, em cores, com cores. 
O sonho é curto as cores, 
são alongadas. 
O sofrimento é longo 
O passeio e alargado. 

Sofrida, magoada, cansada. 
O arco íris vive em mim. 

Flor Ferrão

1 comentário: